Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility Ir para conteúdo
Lourinhã volta a receber etapa do Campeonato do Mundo de Freeride, entre 6 e 8 de maio
Desporto

Lourinhã volta a receber etapa do Campeonato do Mundo de Freeride, entre 6 e 8 de maio

18 março, 2022

Após dois anos de interregno, devido à pandemia por COVID-19, o município da Lourinhã e a PJSBA - Portuguese Jet Sports Boating Association voltam a organizar 1ª etapa do Campeonato do Mundo de Freeride, que decorre de 6 a 8 de maio, na Praia da Areia Branca.

Para a prova já estão confirmados vários atletas internacionais como Joel Barry, campeão em título e vencedor de inúmeras provas de Freeride, de entre as quais a da Lourinhã ou Abraham Hocsstrasser, vice-campeão do mundo. Com as inscrições ainda a decorrer e abertas até ao “último minuto”, são esperados entre 20 e 26 participantes de várias nacionalidades, como Brasil, Argentina, México, Estados Unidos da América, Austrália, Inglaterra, Alemanha, França e Espanha.

Em avaliação estarão as componentes de surf e manobras, sendo que as boas classificações, em ambas as variantes, dependem da amplitude das manobras e da criatividade utilizada por cada atleta. O Júri será internacional e composto por três ou cinco elementos e um diretor de Júri.

Para a etapa da Lourinhã, as marcas nacionais e internacionais que já se associaram ao evento, na qualidade de patrocinadores, são a BP, a Segafredo, a Jetskinworld, a Yamaha, a WCM e as empresas locais Meganuncius, Lda e Restaurante 100Pratus.

O município da Lourinhã e a PJSBA - Portuguese Jet Sports Boating Association esperam que o evento de 2022 repita o sucesso da etapa de 2019, em que pilotos, equipas e dirigentes internacionais consideraram a prova portuguesa como a mais bem realizada até à data, tendo-se registado recordes de audiência, com cerca de 10 mil pessoas a assistirem.

 De ressaltar que, para a autarquia, a realização destes eventos desportivos tem por objetivo contribuir para a promoção do território e do seu património natural, cultural e económico, alavancando o tecido empresarial e social locais.

A escolha da Praia da Areia Branca para a realização da 1ª etapa do Campeonato do Mundo de Freeride prendeu-se com a notoriedade mundial das ondas portuguesas e daquela praia em particular, que reúne condições excecionais para a prática do Freeride.