Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility Ir para conteúdo

Notícias

Sem resultados a apresentar
Cultura

Já é conhecido o programa do Festival Literário Livros a Oeste

15 abril, 2021

Já é conhecida a programação completa do festival LIVROS A OESTE, de volta à Lourinhã, entre 11 e 15 de maio, para um Reencontro com o público.

Organizado desde 2012 pelo Município da Lourinhã, esta manifestação cultural, de carácter anual, patenteia já uma referência na programação cultural da Região Oeste, congregando manifestações artísticas de diversas áreas, em torno do livro e da leitura, com uma especial atenção para o público escolar.

Como habitualmente, são muitos os motivos de interesse numa programação abrangente e diversificada. Nesta edição, os autores convidados são Adolfo Luxúria Canibal, Afonso Cruz, Amosse Mucavele, Ana Bárbara Pedrosa, António Mota, Antônio Torres, Bruno Caetano, Manuel Fernando Pinto do Amaral, Gonçalo M. Tavares, Isabel Zambujal, Isaque Ferreira, João Carlos Callixto, José Luís Peixoto, Karyna Gomes, Lopito Feijóo, Luís Louro, Manuel Ruas Moreira, Mário Zambujal, Miguel Real, Ondjaki, Patrícia Portela, Paula Delecave, Pedro Vieira, Rachel Caiano, Ricardo Fonseca Mota, Ricardo Santos, Rogério Ribeiro, Rui de Almeida Paiva, Rui Eduardo Paes, Rui Zink, Sara Barros Leitão, Sebastião Peixoto, Sérgio Godinho, Sofia Fraga, Tânia Ganho, Tânia Martuscelli e Weberson Santiago.

A sessão de inauguração contará com uma apresentação do poeta e performer Paulo Condessa e nesse dia serão também anunciados os vencedores do Prémio de Contos Livros a Oeste/ Município da Lourinhã de 2021.

A decorrer nos vários dias de REENCONTRO, destacamos ainda:

• Uma homenagem a Isabel Mateus, fundadora do Museu da Lourinhã, falecida recentemente;

• As estruturas artísticas Sombronautas, Apanha Palavras e Papa-Léguas, esta última, assinalando os 400 anos do nascimento de La Fontaine, com espetáculos e performances concebidos especificamente para este festival;

• O músico e contador Gil Dionísio e o músico e performer Humberto protagonizarão momentos artísticos multidisciplinares;

• A artista plástica Do Carmo Vieira exporá na Galeria Municipal da Lourinhã alguns dos seus extraordinários retratos de escritores portugueses;

• As habituais sessões de leitura pública, Cantos da Palavra, em formato online;

• Apresentações de novidades literárias;

• Uma Feira do Livro online, em parceria com a Livraria Snob, que terá em destaque os livros dos autores convidados, acessível em www.livrariasnob.pt, de 8 a 15 de Maio.

Com plena consciência das prevenções necessárias à concretização de qualquer evento cultural, mas, simultaneamente, conscientes da necessidade de reintroduzir, paulatinamente, no nosso quotidiano, as atividades sociais, artísticas e culturais, o Município optou por criar uma programação maioritariamente difundida online, assegurando assim o conforto dos espectadores, a diversidade de conteúdos, a fruição das sessões destinadas ao público escolar nos próprios estabelecimentos de ensino, evitando a circulação de aglomerados de pessoas entre os diferentes equipamentos que, habitualmente, acolhem as atividades do festival LIVROS A OESTE.

As sessões poderão ser assistidas na página de Facebook e no canal de Youtube do Município da Lourinhã.

Foram estabelecidas parcerias com outros canais de divulgação cultural (Público na Escola, Deus Me Livro, Letra Pequena, Rádio Miúdos, que também formou e coordena a RibaRádio, uma Rádio Escolar com alunos da Escola de Ribamar), canais esses que transmitirão online, em simultâneo, algumas das sessões.

Estas parcerias têm o intuito de ampliar a audiência do Festival, um dos mais importantes indicadores do seu sucesso e relevância, refletindo assim a atividade do Município no plano Cultural, mas também na sua vertente pedagógica, uma vez que o festival conta, desde a sua criação, com uma forte ligação com os agrupamentos escolares concelhios e da região Oeste, a começar pelo Prémio de Contos Livros a Oeste/ Câmara Municipal da Lourinhã, anualmente atribuído nas categorias de Terceiro Ciclo e Ensino Secundário.

“Estamos afirmados em manter o festival Livros a Oeste como uma referência na programação cultural da Região Oeste. À semelhança dos anos anteriores, a programação aposta num público mais jovem, em idade escolar, alimentando o prazer da leitura junto daqueles que são as próximas gerações de leitores. Este ano, o festival amplia ainda mais a sua relevância. É um ano de reencontro com a Cultura, que tão importante é para a saúde mental dos cidadãos.” afirma José Tomé, Vereador da CML, com os pelouros da Cultura e Educação.

“Desde 2012 que levamos a cabo este festival. Em 2020 fomos todos tomados de surpresa, mas rapidamente percebemos que tínhamos de procurar contornar as limitações que a pandemia implica para poder marcar presença este ano. Num tempo de tantas restrições, compreendemos plenamente o papel acrescido de uma autarquia, na Cultura, na Educação, até mesmo no contributo para podermos ir regressando à vida como a conhecemos ou reinventá-la.”, acrescenta o autarca.

“Se a transmissão online de várias destas sessões não permite absorver toda a energia que sentimos quando assistimos presencialmente a uma conversa ou uma atuação, por outro lado, a utilização do Digital permite-nos ampliar o leque de convidados (contornando a distância geográfica) e criar novos formatos, tornando o próprio meio de transmissão e as suas possibilidades técnicas num aliado. Da mesma forma, as sessões destinadas ao público escolar, além de serem visionadas nas salas de aula da Lourinhã, como habitualmente, passam a estar acessíveis a todos os outros professores do país, que podem programá-las para os seus alunos”, realça João Morales, programador do Livros a Oeste.

A programação completa pode ser consultada no documento anexo a esta notícia ou em https://portaldomunicipe.cm-lourinha.pt/menu/1270/programa

Mais informações em biblioteca@cm-lourinha.pt

Livros a oeste
Educação

Inscrições abertas para Atividades de Animação e de Apoio à Família - AAAF, nos meses de julho e agosto - crianças da Educação Pré-escolar

15 abril, 2021

Entre 15 de abril e 30 de maio, o Município da Lourinhã recebe as inscrições para a realização de Atividades de Animação e de Apoio à Família - AAAF, nos meses de julho e agosto - crianças da Educação Pré-escolar.

Os Encarregados de Educação poderão efetuar a inscrição online ou presencialmente, devendo, no 1º caso, aceder aos Serviços da Educação do Portal do Munícipe, em https://servicosonline.cm-lourinha.pt/ ou ao Site Institucional da autarquia, em www.cm-lourinha.pt. Presencialmente, as inscrições serão feitas no Balcão do Munícipe, da Câmara Municipal, mediante preenchimento de formulário próprio, também disponível para download em https://cutt.ly/IvoRx3K. A entrega do documento deve ser efetuada por marcação, através dos números de tel. 261 410 124 ou 261 410 116.

As Atividades de Animação e de Apoio à Família, realizar-se-ão entre as semanas de 12 de julho e 27 de agosto (com encerramento dos serviços a 30 e a 31 de agosto), nos seguintes períodos:
Julho:
1ª Semana – de 12 a 16 de julho
2ª Semana - de 19 a 23 de julho
3ª Semana - de 26 a 30 de julho
Agosto:
1ª Semana – de 2 a 6 de agosto
2ª Semana– de 9 a 13 de agosto
3ª Semana– de 16 a 20 de agosto
4ª Semana– de 23 a 27 de agosto

Este ano, foram criados três núcleos, divididos por áreas geográficas, que receberão os alunos e onde as atividades irão decorrer. Ressalva-se que o transporte casa/núcleo - núcleo/casa, ficará a cargo dos encarregados de educação:
• Núcleo 1, a funcionar na EB da Lourinhã, para crianças que frequentam o JI da Lourinhã, o JI da Praia da Areia Branca, o JI do Seixal, o JI da Atalaia e o JI de Miragaia;
• Núcleo 2, a funcionar no Centro Lúdico de Casal Novo, para crianças que frequentam o JI de Ribamar, o JI do Vimeiro e o JI de Ventosa;
• Núcleo 3, a funcionar na EB do Reguengo Grande, para crianças que frequentam o JI do Reguengo Grande, o JI de Moledo, o JI de S. Bartolomeu dos Galegos e o JI de Moita dos Ferreiros.

Finalmente, alertamos para o facto de, no âmbito da pandemia por COVID-19, o funcionamento destas atividades, nos meses de julho e agosto, estar sujeito às orientações das autoridades competentes, podendo ocorrer alterações ao funcionamento do serviço e ao limite máximo do número de inscritos.

Inscrições abertas para Atividades de Animação e de Apoio à Família - AAAF, nos meses de julho e agosto - crianças da Educação Pré-escolar
Turismo

Município participa de seminário a convite da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra

13 abril, 2021

O Município da Lourinhã, a convite da Direção Científica do Mestrado de Política Cultural Autárquica da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC), esteve representado no Seminário de “Projetos e Realizações Socioculturais”, com uma comunicação sobre Projetos de Turismo Histórico-Cultural e Militar dinamizados através do Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro.

Numa primeira abordagem, foi feita uma apresentação do Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro enquanto equipamento cultural e turístico do Município da Lourinhã e da sua oferta de serviços e recursos acessíveis e inclusivos.

Numa segunda fase, foi abordada a questão da preservação do património histórico-militar, material e imaterial, da Batalha do Vimeiro e o desenolvimento de projetos de turismo histórico-cultural, referindo-se os projetos desenvolvidos no período pré-pandémico e a necessidade de fazer face à nova conjuntura com o desenvolvimento de novos projetos adaptados ao contexto pandémico.

O Mestrado em Política Cultural Autárquica pretende facultar aos alunos uma formação multidisciplinar que visa fornecer instrumentos de ordem prática e teórica com vista à conceção, gestão, execução e divulgação de atividades culturais no âmbito do trabalho em autarquias.

Mestrado de Política Cultural Autárquica da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
Educação

Município lança o livro “O céu de todas as cores”

13 abril, 2021
O Município da Lourinhã lança, na próxima quarta-feira, às 16h30, no habitual evento digital TODOS LIG@DOS, o livro “O céu de todas as cores”. Esta obra, insere-se no projeto “Crescer a VaLer” e enquadra-se nas várias iniciativas promovidas pelo Programa Aluno ao Centro - Lourinhã, com o objetivo de sensibilizar a comunidade educativa para a importância do envolvimento precoce e natural da criança no mundo da leitura e da escrita.
 
O livro será ainda distribuído nas escolas, no dia seguinte à apresentação, aos alunos que frequentam desde as creches aos 2º ano do ensino básico, por forma a dotar as famílias dos recursos que promovam hábitos de leitura e escrita.
 
Sobre a obra, “O céu de todas as cores”, transporta o leitor para a importância de um mundo movido por sonhos, que nos tornam seres mais capazes e brilhantes. Apela ao respeito pela diferença e como essa diferença pode unir mais do que separar. Enaltece a importância da persistência, da paciência, do saber planear e do trabalho em equipa. Neste elenco o esforço e o equilíbrio andam de mãos dadas e devem ser um exercício constante nas nossas vidas, para que os sonhos, por mais irreais que possam parecer, possam acontecer!
 
Inscrições na sessão TODOS LIG@DOS aqui.
 
livro o céu de todas as cores
Turismo

Postos de Turismo e Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro reabrem a 27 de abril

12 abril, 2021

No próximo dia 27 de abril, cumprindo todas as normas e recomendações emanadas pela DGS no âmbito da pandemia Covid 19, reabrem três equipamentos turísticos do Município da Lourinhã: o Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro (CIBV), o Posto de Turismo da Praia da Areia Branca e o Posto de Turismo da Lourinhã, sendo que o último tem vindo a ser alvo de obras de requalificação e melhorias com o objetivo de fomentar e possibilitar a visitação de todos os cidadãos e oferecendo conforto e acessibilidade.

O CIBV beneficiou também recentemente de um conjunto de intervenções em virtude da candidatura à Linha de Apoio ao Turismo Acessível do Turismo de Portugal e é, atualmente, um espaço de referência no âmbito da acessibilidade e inclusão. No período de confinamento, para além do acompanhamento dos investimentos que vão ser realizados no âmbito das candidaturas Rede Temática das Invasões Francesas do Turismo de Portugal e Renovação de Aldeias da Leader Oeste, fez-se todo um trabalho de limpeza e manutenção do espólio, estando este último trabalho em fase de finalização.

Também neste período foram colocadas três réplicas 3D, em tamanho real, de um soldado das Invasões Francesas. Trata-se da mascote do CIBV, o soldado António Agostinho, que ganha vida para honrar a gloriosa Batalha do Vimeiro. O nome António é uma homenagem ao Santo António de Lisboa. Durante as Invasões Francesas este santo fazia parte do Regimento nº 19 e a imagem do santo era levada para as batalhas em cima de uma mula. O nome Agostinho deve-se ao facto de a Batalha do Vimeiro ter acontecido no mês de agosto e também porque o CIBV se localiza na Rua Agostinho Estêvão. Estas réplicas podem também ser encontradas na Praia da Areia Branca e na Estação Rodoviária da Lourinhã e foram executadas no âmbito dos investimentos da Linha de Apoio à Sustentabilidade do Turismo de Portugal.

Sobre as intervenções no posto de turismo da Lourinhã, vieram permitir que o espaço cumpra todas as normas de acessibilidade, nomeadamente na alteração da localização da entrada e na criação de uma rampa de acesso ao mesmo, na substituição das caixilharias existentes, na criação de uma antecâmara envidraçada, que serve de resguardo ao interior do posto, na eliminação dos degraus existentes no alçado frontal, na substituição do revestimento do pavimento, entre outras.

Para além da alteração física do espaço, também o mobiliário, nomeadamente o balcão de atendimento, foi adaptado para receber pessoas com mobilidade condicionada. O interior conta ainda com uma estrutura decorativa constituída por peças de madeira, decorada com plantas verticais artificiais, que constitui um fundo de enquadramento a um modelo de dinossauro Allosaurus.

Sobre os horários destes equipamentos, o Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro funciona de terça-feira a sábado das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30. Os postos de turismo encontram-se em funcionamento de segunda-feira a sábado, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Vitrine posto de turismo
Recursos Humanos

Município abre procedimento para recrutamento por mobilidade interna de 2 Técnicos Superiores (arquitetura)

09 abril, 2021

O Município da Lourinhã abriu um procedimento de recrutamento por mobilidade interna, para 2 Técnicos Superiores na área da arquitetura, para prestarem serviço na Divisão de Ordenamento do Território e Urbanismo.

O prazo da Candidatura decorre entre 7 de abril e 20 de abril, inclusive e o posto de trabalho carateriza-se pelo desempenho de funções de grau de complexidade 3, conforme o conteúdo funcional fixado em anexo à Lei do Trabalho em Funções Públicas (LTFP), aprovada pela Lei nº 35/2014, de 20/14.

Consulte a informação no Portal do Munícipe.

recrutamento câmara municipal da Lourinhã
Assuntos Sociais

Município desenvolve Plano Local para a Integração da Comunidade Cigana

08 abril, 2021

No âmbito da celebração do Dia Internacional do Cigano, o Município da Lourinhã comunica o início de um caminho para a conceção de um Plano Local para a Integração da Comunidade Cigana – PLICC.

Este plano acompanhará as recomendações e orientações do Alto Comissariado para as Migrações e da Estratégia Nacional para a Integração das Comunidades Ciganas 2013-2022, prevendo a parceria com várias entidades ao nível local, regional e nacional, consciente de que um plano com esta ambição só poderá resultar com a colaboração e participação de toda a sociedade civil.

Este visará a plena integração das pessoas ciganas no tecido sociocultural do nosso Concelho - e devida coesão social - através da implementação e acompanhamento de medidas concretas nas áreas da educação, habitação, formação, bem como de mediação, igualdade de género e cidadania participativa.

Atualmente, está em curso a elaboração de um diagnóstico, de forma a aprofundar o conhecimento da realidade social da comunidade cigana do Concelho, determinar os principais impedimentos, assim como os recursos locais disponíveis para facilitar esta integração.

Dia Internacional do Cigano - 8 de abril
Município

Outorgados Acordos Coletivos de Trabalho entre a autarquia e associações sindicais

07 abril, 2021

Foram outorgados, no dia 6 de abril, os Acordos Coletivos de Empregador Público entre o Município da Lourinhã e os sindicatos: Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado e Entidades com Fins Públicos (STE), o Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional, Empresas Públicas e Afins (STAL) e o Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais Sul e Regiões Autónomas.

Este Acordo Coletivo, que vigorará por três anos, resulta da renegociação do acordo vigente, outorgado em 2014, com vista à redução do período normal de trabalho para as 35 horas.

Em matéria de negociação, no âmbito da Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas, mantém da anterior negociação o limite anual de 200 horas de trabalho suplementar e o período de trabalho noturno entre as 20 horas de um dia e as 7 horas do dia seguinte.

Inova com a abrangência da modalidade de isenção de horário para todas as carreiras, a redução do período experimental da carreira Assistente Técnico e Técnico Superior, de encontro ao ACT 1/2009, a dispensa ao serviço no dia de aniversário do trabalhador e a tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval. Para além disso, qualifica como Feriado obrigatório para os trabalhadores o feriado municipal, confere o direito ao dia do funeral por falecimento de familiar em 3º grau da linha colateral (tio, tia, sobrinho ou sobrinha), assim como o acréscimo de 3 dias de férias por obtenção positiva na avaliação de desempenho e o aumento para 7 horas por mês, no que respeita ao crédito de horas de que dispõem os representantes dos trabalhadores, no âmbito da Segurança e Saúde no Trabalho.

Assinatura acordos de trabalho
Cultura

Livros a Oeste 2021, o reencontro

06 abril, 2021

O festival LIVROS A OESTE está de volta à Lourinhã, entre 11 e 15 de maio, para um Reencontro com o público.

Organizado pelo Município da Lourinhã, desde 2012, esta manifestação cultural, de carácter anual, patenteia já uma referência na programação cultural da Região Oeste, congregando manifestações artísticas de diversas áreas, em torno do livro e da leitura, com uma especial atenção para o público escolar.

Como habitualmente, são muitos os motivos de interesse numa programação abrangente e diversificada.

Com plena consciência das prevenções necessárias à concretização de qualquer evento cultural, mas, simultaneamente, conscientes da necessidade de reintroduzir, paulatinamente, no nosso quotidiano, as atividades sociais, artísticas e culturais, o Município optou por criar uma programação maioritariamente difundida online, assegurando assim o conforto dos espectadores, a diversidade de conteúdos, a fruição das sessões destinadas ao público escolar nos próprios estabelecimentos de ensino, e evitando a circulação de aglomerados de pessoas entre os diferentes equipamentos que, habitualmente, acolhem as atividades do festival LIVROS A OESTE.

Foram estabelecidas parcerias com outros canais de divulgação cultural (Público na Escola, Deus Me Livro, Letra Pequena, Rádio Miúdos, que também apoia e coordena a RibaRádio Rádio Escolar desenvolvida com alunos da Escola de Ribamar), canais esses que transmitirão online, em simultâneo, algumas das sessões.

Estas parcerias têm o intuito de ampliar a audiência do Festival, um dos mais importantes indicadores do seu sucesso e relevância, refletindo assim a atividade do Município no plano Cultural, mas também na sua vertente pedagógica, uma vez que o festival conta, desde a sua criação, com uma forte ligação com os agrupamentos escolares concelhios e da região Oeste, a começar pelo Prémio de Contos Livros a Oeste/ Câmara Municipal da Lourinhã, anualmente atribuído nas categorias de Terceiro Ciclo e Ensino Secundário.

“Estamos afirmados em manter o festival Livros a Oeste como uma referência na programação cultural da Região Oeste. À semelhança dos anos anteriores, a programação aposta fortemente num público mais jovem, em idade escolar, alimentando o prazer da leitura junto daqueles que são as próximas gerações de leitores. Este ano, o festival amplia ainda mais a sua relevância. É um ano de reencontro com a cultura, que tão importante é para a saúde mental dos cidadãos.” afirma José Tomé, Vereador da CML, com os pelouros da Cultura e Educação.

“Desde 2012 que levamos a cabo este festival. Em 2020 fomos todos tomados de surpresa, mas rapidamente percebemos que tínhamos de procurar contornar as limitações que a pandemia implica para poder marcar presença este ano. Num tempo de tantas restrições, compreendemos plenamente o papel acrescido de uma autarquia, na Cultura, na Educação, até mesmo no contributo para podermos ir regressando à vida como a conhecemos ou reinventá-la.”, acrescenta o autarca.

“Se a transmissão online de várias destas sessões não permite absorver toda a energia que sentimos quando assistimos presencialmente a uma conversa ou uma atuação, por outro lado, a utilização do Digital permite-nos ampliar o leque de convidados (contornando a distância geográfica) e criar novos formatos, tornando o próprio meio de transmissão e as suas possibilidades técnicas num aliado. Da mesma forma, as sessões destinadas ao público escolar, além de serem visionadas nas salas de aula da Lourinhã, como habitualmente, passam a estar acessíveis a todos os outros professores do país, que podem programá-las para os seus alunos”, realça João Morales, programador do Livros a Oeste.

BREVEMENTE SERÁ DIVULGADO O PROGRAMA COMPLETO E PORMENORIZADO.

Para esclarecimentos adicionais, deverá contactar biblioteca@cm-lourinha.pt.

Livros a Oeste 2021
Cultura

Município traça o retrato do trabalho desenvolvido na área da Cultura, durante o mais recente período pandémico

05 abril, 2021

O vereador José Tomé, responsável pelo pelouro da Cultura, em entrevista ao Rádio Clube da Lourinhã, fez hoje o retrato do trabalho desenvolvido nesta área, no mais recente período pandémico. A data escolhida prendeu-se com o facto de 5 de abril ser o dia em que os equipamentos culturais municipais reabrem ao público, bem como de se dar início à segunda edição de Sons na Minha Terra, na página de Facebook do Município e de, em maio, voltar o Festival Literário Livros a Oeste.

Sobre os equipamentos culturais municipais, importa referir que, tanto a Biblioteca Municipal, como a Galeria Municipal, abrirão portas seguindo todas as diretrizes da Direção-Geral da Saúde, para contenção da pandemia por COVID-19, nomeadamente no que respeita ao uso de máscara, ao distanciamento social, à prática da etiqueta respiratória e à higienização das mãos. Para além disso, estarão implementadas, no local, outras medidas, como por exemplo a definição de circuitos nos espaços ou a redução do número de visitantes, por m2.

No que respeita à programação digital, importa referir que o Município tem executado uma política de levar a Cultura a casa dos cidadãos, seja através da disponibilização gratuita de links para acesso a sessões de cinema para toda a família, peças de teatro para séniores, sessões de yoga infantil ou outras sessões de âmbito genérico, promotoras de ações de cidadania, para o público em geral. É neste quadro que o projeto Sons na Minha Terra se insere e que terá hoje, na página de Facebook do Município, às 21h30 o início da sua segunda edição, que terminará a 26 de abril. Este projeto de concertos online, decorrerá então nos dias 5, 12, 19 e 26 de abril, sempre às 21h30 onde serão transmitidos concertos de A Garota Não, Jameiratron, Leo Middea e Fado & Acordeão, gravados em quatro ambientes distintos e que, mais uma vez, representam a diversidade paisagística da Lourinhã: a Praia de Porto Dinheiro, o Miradouro de Pena Seca, o Parque de Fonte Lima e os Claustros do Convento de Santo António.

Sobre o Festival Literário Livros a Oeste, importa referir que, depois de em 2020 ter sido cancelado, consequência da pandemia, volta agora, entre 11 e 15 de maio, em formato 100% digital, através dos canais da autarquia, para um Reencontro com o público. Este evento, que patenteia já uma referência na programação cultural da Região Oeste, congregando manifestações artísticas de diversas áreas em torno do livro e da leitura, com uma especial atenção para o público escolar, trará uma programação abrangente e diversificada, a ser divulgada em breve.

Ouça a entrevista aqui.

 

Sons na Minha Terra
Obras e Urbanismo

Obras de requalificação da Rua Eng.º Adelino Amaro da Costa condicionam trânsito até julho 2021

03 abril, 2021

O Município da Lourinhã vem informar que, no seguimento das Obras de Requalificação da Rua Eng.º Adelino Amaro da Costa, na vila da Lourinhã e com o início das aulas dos 2.º e 3.º ciclos, previsto para o próximo dia 5 de abril, decorrerão alterações ao trânsito local, nomeadamente:

• As ruas Dr. Luís Reis Silva, Eng.º Adelino Amaro da Costa e Dr. Afonso Oliveira Guimarães, ficarão apenas com circulação num sentido, para permitirem a passagem de autocarros;

• Na Rua Eng.º Adelino Amaro da Costa, ficará proibido o estacionamento paralelo à vedação de obra, garantido, assim, a passagem dos autocarros que circulam regularmente na referida zona.

O condicionamento temporário de trânsito manter-se-á até ao final do ano letivo (julho 2021).

Obras de requalificação da Rua Eng.º Adelino Amaro da Costa condicionam trânsito até julho 2021
Município

Município associa-se a campanha anual de prevenção dos maus-tratos na infância, promovida pela Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens

02 abril, 2021

O Município da Lourinhã volta a associar-se à campanha de prevenção dos maus-tratos na infância, promovida pela Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens, através da colocação de um laço, em leds azuis, na entrada da sede do edifício da autarquia.

Esta campanha, que decorre anualmente, visa alertar a sociedade para este problema, que atinge tantas crianças.

Caso a situação pandémica o permita, a Comissão de Proteção das Crianças e Jovens da Lourinhã, irá ainda proceder à colocação de laços azuis nas montras do comércio tradicional, um pouco por todo o concelho.

O “Movimento Laço Azul” nasceu em 1989, na Virgínia, Estados Unidos. Este movimento conta a história de Bonnie W. Finney, que tomou a iniciativa de colocar uma fita azul na antena do seu carro, de modo demonstrar a sua dor face aos acontecimentos trágicos de que tinham sido vítimas os seus netos.

As crianças tinham sido maltratadas pela mãe (filha de Bonnie) e pelo namorado e o azul representava as nódoas negras espalhadas pelos pequenos e delicados corpos. Uma das crianças terá morrido vítimas das agressões. Rapidamente, o movimento ganhou dimensão mundial.

Laço azul à porta da sede do município